Organizando palavras

É... divertido. Organizar as palavras de modo que possam tornar-se agradáveis aos olhos ou suaves aos ouvidos, e de modo que traduzam os sentimentos mais complicados de forma sutil. Gosto que as palavras sejam espertas para o cérebro, tocantes ao coração e motivantes à alma. E que a alma possa, por segundos que sejam, desprender-se um pouco do corpo e andar solta até mesmo pelos corredores mais distantes e sombrios dessas imaginações perigosamente férteis.