A barba do Aderbal

Meu pescoço estava mal apoiado na almofada, minhas costas um tanto quanto tortas e, sobre minhas pernas cruzadas, o caderno em que eu tentava rascunhar um texto que me viera à cabeça. No meio de um escreve e apaga, escreve e apaga infindável, comecei a ouvir um ruído distante... Algo entre um zumbido e um chiado, que me lembrava um som abafado de motor. Mais cedo eu já havia ouvido aquele ruído, e o julgara como pertencente a um avião. Agora, com a audição mais apurada, eu percebia que havia me enganado. Que avião, o quê! Aquele era o som de um aparelho elétrico. Talvez um barbeador. O barbeador elétrico que meu vizinho havia comprado...

Meu vizinho é um cara estranho. Cerca de um e oitenta de altura, olhos meio estalados, cabelo louro e comprido e camiseta do Lynyrd Skynyrd. SEMPRE Lynyrd Skynyrd. Sério, acho que ele deve ter umas vinte camisetas no armário — mas todas do Lynyrd Skynyrd. Ele é relativamente novo no bairro e não é muito de sair de casa. Sem falar que, nas poucas vezes em que o vi na rua, percebi que faz o tipo caladão. O tipo que responde seu cumprimento com um aceno de cabeça quase que imperceptível, sem interromper os passos rápidos.

Não faço a mínima ideia de qual é o nome dele, mas gosto de fingir que é Aderbal. Isso porque ele definitivamente não tem cara de Aderbal, daí que é legal chamá-lo assim. Quando minha amiga veio aqui em casa na semana passada (para devolver meu exemplar do Brás Cubas), quis saber mais sobre ele. Acho que é porque eu comentei com ela que “O Aderbal bem que podia diminuir o volume um pouquinho, porque o gosto musical dele até que é da hora, mas eu tô tentando estudar Física!”. Então lhe contei que Aderbal era um cara que veio de não sei onde e se instalou no bairro não sei por quê, no que ela disse que ele era tipo o amor. Eu fiquei com cara de “Ãh?”, e ela explicou: “O amor, Dora! Que nasce não sei onde, vem não sei como, e dói não sei por quê!”. Quando ela falou isso, fiquei bem vermelha, o que, além de sem sentido, foi totalmente estúpido. Porque agora ela fica me olhando com aquela cara. Aquela cara que os amigos nos fazem quando acham que estamos apaixonados.

Eu não estou apaixonada pelo Aderbal. Já disse: ele é um cara estranho. As laterais do seu rosto vivem cobertas pelo cabelo, e a parte debaixo do nariz é tomada por uma barba que não é nem rala nem cheia, mas que faz com que eu nunca possa ter um bom relance do seu rosto além dos olhos meio estalados (e que têm um tom bonito de verde, por sinal). Daí eu acho que queria ver ele sem barba, para tirar uma boa conclusão quanto à sua aparência. Vê-lo sem barba num dia em que ele estivesse disposto a me dar mais do que um aceno quase que imperceptível de cabeça. Então nós poderíamos conversar. Eu descobriria alguma coisa sobre ele e ele descobriria que Simple Man é uma das minhas canções favoritas.

O ruído do barbeador elétrico parou. Foi só então que saí das minhas divagações e dei por mim que, como sempre, eu estava tentando escrever de madrugada. O Aderbal não estava fazendo a barba e aquele não era o som de um barbeador elétrico.

Tive um pressentimento meio besta e olhei para o lado. Bingo: caminhando pelo meu mural, entre envelopes e recortes de revista, estava um mini besouro verde. Aproximei-me. O bicho até que era bonitinho... Totalmente inofensivo e parecia de plástico.

Ri sozinha. De mim. Não por ter confundido o ruído das asas daquela espécie de besouro primeiro com o motor de um avião e, depois, com um barbeador elétrico; ri porque, com tão pouco, eu havia deixado que meus pensamentos voassem até a casa ao lado.

Cacilds. Vai ver eu estou mesmo apaixonada pelo "Aderbal".

15 comentários:

  1. Boa noite Lari.. bah srsrs.. penoso fazer a barba .. o coisa chata, não sou muito fã.. mas me toca fazer pois senão só no barbeiro..
    e nada de gilete.. ´no elétrico mesmo.. os canários do pai ficam loucos quando ouvem aquela joça lá..
    já tive minha fase como o dito acima.. rsrs
    2 meses sem cortar a barba.. até atravessavam a rua..
    imagina, cabeludo, barbudo e camisa do van halen do anjinho fumando..
    as pessoas saem da frente..
    adoro a música que tu colocou ai.. tenho músicas deles mas esta pelo ritmo é minha favorita..
    não sei se ficou sabendo mas o acdc tem cd novo.. tem videos clips novos no youtube..
    bjs e uma linda noite

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. "Simple Man" é incrível. E Samuel, que notícia boa você me trouxe! Eu ainda não sabia sobre o novo álbum... Partiu ir ouvi-lo (e assistir aos clipes), hehe'

      Excluir
  2. Li esse texto ouvindo The Smiths e só vi a música do texto quando terminei --' Mas mesmo que eu não estivesse ouvindo nada, sei que ficaria tão encantada com o texto quanto fiquei agora. Aderbal é o tipo de cara estranho que a gente no fundo quer conhecer melhor, quer saber dos mistérios, quer sei lá, sentar do lado e conversar.

    Lindo texto Lari, imaginei todo um cenário... Encantador.
    Um beijo, Contos de Branca

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Exatamente isso, Pietra... E na vida existem tantos "Aderbais", né? Caras que a gente só não tenta conhecer por bobeira, e acabam ficando esquecidos na correria da rotina...

      Obrigada!

      Excluir
  3. Moça, você escreve muito, muito, muito bem, pudera eu. Quem sabe um dia, não? Aderbal parece legal, gosto musical desconhecido, mas tem olhos verdes, eu gosto de verde. haha

    Beijinhos

    www.n-ocontrol.blogspot.com
    www.b-adcat.blogspot.com

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Haha' eu também... E muito obrigada, môre!

      Excluir
  4. Oiii Lari, tudo bem linda?
    E eu achando que o "Aderbal" finalmente estava tirando a barba, kkkk, que texto hein Lari, você escreve lindamente bem, adoro as coisas que você escreve. E eu acho que ela tem uma quedinha pelo "Aderbal", haha.

    Beijos da Jéss ♥.
    Brilliant Diamond | Fan Page

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Tudo sim, e com você?

      Xii, acho que o Aderbal não vai tirar a barba tão cedo... haha!

      Muito, muito obrigada, môre!

      Excluir
  5. CARA QUE DEMAIS! Ouvindo essa música de fundo tudo pareceu ser mais perfeito. Realmente, acho que está apaixonada por esse tal de Aderbal hahaha. Adoro quando um simples som me faz a pensar em diversas e coisas em um tempo tão curto. Enfim... Cada dia me surpreendendo e deixando meus dias mais felizes. :D

    http://viagem-a-terra-do-nunca.blogspot.com/

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Seus comentários fazem o mesmo por mim ♥

      Excluir
  6. Parafraseando a chamada do Chaves: "Uma historinha bem gostosa de se ler. rsrs" Poxa, nem senti os parágrafos passarem, eles fluíram tão naturalmente que me deu vontade de reler e tentar chegar mais perto daquela situação, tentar entender mais sobre o Aderbal e a narradora. Não sei se você já assistiu "Deixa Ela Entrar" ou o remake americano "Deixe-me Entrar", mas o seu texto me lembrou desses filmes e foi tão bom quanto ;-)

    Beijos Lari

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Ah, muito obrigada, Vitor! Não assisti ao remake nem à versão original, mas já salvei o título para conferir nestas férias :)

      Excluir
  7. Falando nesse barulhinho, ele é igual ao da maquininha que meu pai usa pra aparar o pouco cabelo que lhe resta XD E eu achoo extremamente irritante, incomoda a música nos meus fones.

    HÁ, TODO MUNDO TEM UM ADERVAL NA VIDA LARI XD
    Tipo eu com minhas paixões de milésimos de segundo do ônibus e da rua kkkk'
    Eu acho que vc confundiu o besouro com o aparador de barba lá porque voc~e quer muito vê-lo sem barba *chuckles* Anyway, esta banda cujo nome não consigo pronunciar é boa *o* nunca tinha ouvido, vc e o moço tem bom gosto.

    Espero ler mais contos do Aderbal Vizinho Estranho kkkkkkkk'

    Enfim, finalmente comentei, estava falando para mim mesma comentar este post todo dia (amo as/os crônicas/contos daqui), but, estava evitando entrar no blogger )): Mas agradeço, do fundo do meu heart, pelo seu comentário sempre cheio de amor lá no blog.
    Espero que o moço tire logo a barba pra tu ver XD
    Kissus

    ResponderExcluir
  8. Você recebeu meu comentário? Eu estava pelo celular e não sei se consegui postá-lo! :3

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Xiii, não recebi não, Elcimar... :/

      Excluir