Inestimável

Abuso de minha liberdade poética:
invado seus devaneios
roubo seus anseios
fundo sua essência nos meus versos.



Publicação original: 19/12/2014 | Reedição: 23/07/2017