O que me prende a você

A intensidade do meu amor varia com a inconstância dos meus humores e com o desfecho dos nossos encontros. Qualquer sinal daquelas paixões avassaladoras de que tanto me falam não dura mais do que poucos segundos — segundos estes em que se concentram meus desejos mais ávidos —, para, em seguida, esvair-se como mera ilusão. Então eu caio de novo num sentimento meio morno, meio letárgico, perguntando-me o que me prende a você... E descubro ser justamente isto: a dúvida. É a dúvida que me prende a você.

9 comentários:

  1. Olá, xará como vai?
    Eu realmente não tenho muito o que falar sobre seu texto, está incrível!
    Você escreve muito, muito bem.
    Beijos!
    Alguns Rabiscos

    ResponderExcluir
  2. Meu Deus, é exatamente isso! É a incerteza, a dúvida, a confusão. Tudo isso, é o que une.
    Eu realmente amo seus textos ♥

    versariante.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  3. Boa tarde Lari..
    eis o ponto chave..
    paixões são assim.. mexem muito em nós mas se dissipam como o vento..
    amor vai se formando aos poucos.. e não pode haver a tal dúvida.. se tem ela a atração diminui e tudo se esvai...
    bjs e lindo dia

    ResponderExcluir
  4. Eu sei... ou nao?
    Com a palavra um indeciso.

    ResponderExcluir
  5. Parabéns pelo texto e pelo blog, está lindo. Você tem um dom para a escrita :)

    Twee - www.ameliatwee.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  6. Acho incrível o modo como você consegue usar as palavras de modo tão belo, mesmo em um texto de sete linhas você consegue dizer tantas coisas ♥ O blog tá lindo, esse layout é tão, sei lá, aconchegante hehe

    ResponderExcluir
  7. Esse texto se encaixava perfeitamente à situação que passei... ano passado (?), mas também me faz pensar em uma introdução a um amor platônico.
    Sei lá, talvez esteja somente pensando de mais e imaginando coisas XD

    ResponderExcluir
  8. Cruel e voraz dúvida, indiferente ao tempo. É necessário ter coragem para dissolver a dúvida, antes que ela se torne parte indissociável da nossa vida. Digo por experiência própria Lari, um inerte irresoluto. Explore esses segundos cálidos, nos quais tudo vale a pena
    Poucas palavras, porém complexas e reflexivas. No meu caso, a dúvida me prende ao passado.

    ResponderExcluir
  9. Dúvida, mistério, confusão... enquanto fica assim nesse estado indefinido, fica tudo mais interessante, pelo menos pra mim, hehege. Adorei o texto^^

    horadochoco.blogspot.com

    ResponderExcluir