A sombra das minhas asas


Sempre fujo do sol
Entoco-me dentro de mim mesma
Sob as sombras dos meus sonhos
Sinto-me segura
Só meus olhos, desconfiados,
Pregam-se firmes no chão
Não que temam que eu caia;
Na verdade, temem que eu voe...

6 comentários:

  1. Sonhos são abismos em que se cai para cima.
    GK

    ResponderExcluir
  2. Você, sempre tão sensacional que nem sei se sei o que dizer.

    http://www.novaperspectiva.com/

    ResponderExcluir
  3. Tão comum ficar olhando para o "nada", pegar-se mergulhando em várias fantasias, quase saindo do chão. Voar de verdade seria muito bom. O que escreve é muito adorável...

    xoxo | O Lar da Senhorita

    ResponderExcluir
  4. Que belo poema, Lari.

    ResponderExcluir
  5. Muito lindo, querida!
    beijos

    ResponderExcluir
  6. Incrível, como sempre... ♥

    ResponderExcluir