Ápice

Posto que o coração não se cala
A boca mesmo se atrapalha
E balbucia, tenta, peleja...
Nenhuma palavra
Ele todo sem palavras
Ele todo só presente
Suar e sentir
Ela toda só presente
Sorrir e agir...

Segurou-lhe o rosto e o beijou.