Contra a convenção


Por que é que as palavras ditas 
valem mais do que as não ditas?” 
(Questiona, 
num barulhento protesto mudo, 
todo o meu silêncio.)