Calvário


É a imagem de uma santa,
o homem
que até à cabeça se enrola
com um cobertor velho,
e que peregrina,
sem cansaço,
para lá e para cá,
nas ruas que à noite o acolhem,
e que vai falando baixo,
vai olhando reto,
vai rezando a própria missa...

Pobre fiel!
De invisível à terra,
quer que o enxergue o céu.