Revis(i)tas


Cavalos-marinhos não me lembram nada em especial...

Podia ser assim com as músicas bonitas
estragadas pelos momentos bonitos
que se tornaram momentos persistentes
(e de uma inconveniência sem tamanho)
a me arranharem o fundo da cabeça.
Dói.
E o pior é a lentidão do tempo
quando quer ser lento...
Nas salas de minhas longas esperas
folheio revistas velhas
revisitando saudades encarquilhadas
(que há muito já nem sabem meu nome).
Dói.
Redireciono meu olhar à porta;
quando é que a porta vai se abrir?

12 comentários:

  1. As dores vêm em cascatas. Os prazeres, em conta-gotas.
    GK

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. É assim que nos parece 😐

      Abraços, Gugu! Tenha uma semana bem bonita!

      Excluir
  2. Oi Lari, perdi a mudança de nome do seu cantinho, mas gostei muito *.* Eu sofro muito com isso tb, eu penso demais, minha memória é forte e as relações que crio na mente são imediatas, é difícil haver um lugar ou música ou filme que não me lembre outra coisa, às vezes é um empecilho mesmo.

    Abraços moça

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Sempre ótimo vê-lo por aqui, Washington! Obrigada 💕

      Pensar demais, sentir demais, fazer disso arte: um processo inevitável.

      Abraços 😘

      Excluir
  3. A cada novo poema teu que leio, uma porta se abre em mim. Hoje, através, enxerguei você. Te imaginei distraída, com um lápis na mão, rabiscando num pedaço de papel qualquer trecho de devaneios soltos que precisavam sair. Parece que nas pontas dos teus dedos hoje moraram inconstâncias. Inconstâncias essas que precisavam escapar. Mas a porta ainda não se abriu. Talvez não aí, mas sim para quem te leu.

    Você sempre me tira do meu lugar quando escreve.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Meus dedos são um tanto acostumados às minhas inconstâncias, confesso... Não me acostumo é com esses seus comentários sempre tão bonitos: é bom ser surpreendida por eles, e sou extremamente grata a você por deixá-los aqui!

      Obrigada mesmo, Jaya 😊

      Abraços pra ti!

      Excluir
  4. a vida segue seu ritmo. força e fé!
    abraço profundo.

    ResponderExcluir
  5. Seus poemas sempre são tão belos.
    E suas fotografias então, nem se fala.

    Xx,
    www.memorizeis.tk

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Muita obrigada, Viviane 😍

      Abraços! E boa tarde!

      Excluir
  6. Tudo podia .. teu poema é. por isso acaba com todos os "if's" possíveis, porque é e pronto!
    Bomresto de semana.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Comentário ótimo! Muito obrigada 😍

      Para você também: um resto de semana bem bonito!

      Excluir