O espelho antes de eu dormir


Marcas novas, marcas velhas, marcas internas, externas, eternas
As histórias escritas em mim
As histórias que leio em mim
As histórias...
As histórias...
As histórias...

Ai, ai.
Canso-me.
Deito-me.

Fecham-se as pálpebras, e o livro.

16 comentários:

  1. Dos ais do sem livros nos livrai enquanto vivos.
    GK

    ResponderExcluir
  2. A densidade da tua escrita é deliciosa. Tem uma vida e ritmo atraentes e faz sentir com cada palavra...

    ResponderExcluir
  3. Esses versos me lembraram de um trecho da música Capitão Gancho da Clarice Falcão:
    Se não fossem os ais
    E não fosse a dor
    E essa mania de lembrar de tudo feito um gravador
    Se não fosse Deus bancando o escritor
    [...]
    Eu não seria eu"


    Todas essas marcas internas e eternas que compõem o todo que somos. E todas as histórias. Se não fossem as minhas malas cheias de memórias...

    Que mágico o poder que você tem com as palavras Lari! ♥

    Com carinho,
    Conto Paulistano.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Sempre gratíssima a você pelos seus comentários, Sel linda 😘

      Abraços!

      Excluir
  4. Olá, tudo bom?
    Adorei o título!
    Isso me lembra de um momento que estava passando esses tempos atrás de estar enjoada da minha cabeça, o que é um problema pq normalmente fico sempre sozinha pensando e repensando coisas minhas. Mas passou, temos que aturar nós mesmo né?

    †sessão proibida†

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Tudo, e você?

      Temos mesmo, apesar do trabalho que às vezes nos damos...

      Abraços, Lunii!

      Excluir
    2. Larissa, que versos reais, descrevem tão bem a hora de dormir.
      Foto linda essa.
      Beijos 😘
      http://cotidiano-alternativo.blogspot.com.br/

      Excluir
    3. Muito obrigada, Fernanda!

      Beijos! E um feriado maravilhoso pra tu!

      Excluir
  5. Por que as vezes a cabeça cansa de revirar as próprias histórias. A minha cansou.

    Sempre lindo vir aqui, um bêjo.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Volta e meia a minha cansa também...

      Obrigada 😍

      Beijos!

      Excluir
  6. Anônimo7/9/17

    Essa tua poesia me leva ao medieval, um viver para produzir. Talvez seja a imagem, mas me parece igual ao hoje, exceto quando tu fala do livro ...
    Saudações e bom fim de semana.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Obrigada 😊

      Boa sexta e bom fim de semana para você também! Abraços!

      Excluir