Sola

Talvez a poeira no meu sapato
já foi a poeira no seu sapato.
Talvez já foi até sua pele,
impregnando meus caminhos
como uma lembrança baça de outrora
— de quando havia mais que o pó.
É pensando sobre isso
que percebo que não quero pensar nisso;
deixo os sapatos fora de casa.

6 comentários:

  1. Me lembro um velho ditado que minha vó dizia que a mãe dela contava para os filhos, de que não é bom entrar em casa com sapato que pisou na rua porque traz energia ruim.

    Quantas aleatoriedades não se passam na nossa cabeça e nós não queremos pensá-las?

    Com carinho,
    Conto Paulistano.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Não é, Sel? Metaforicamente ou não, deixar os sapatos fora de casa é um bom hábito 😉

      Abraços! E uma semana linda para você!

      Excluir
  2. Respostas
    1. ... e ao pó voltaremos.

      Abraços, Lari! Obrigada pela visita 😘

      Excluir