Olheiras-poço

As últimas cenas do sonho
esvaem-se em serpentinas,
enroscam-se em seus cílios
e escorregam, sossegadas,
às olheiras-poço do esquecimento.

4 comentários:

  1. Anônimo11/6/19

    AS imagens encantam, a poesia a gente sente, a tua composição de vida na tua arte, exalta!
    Uma boa semana e grande abraço.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Muitíssimo grata!

      Igualmente! Abraço enorme para você ♡

      Excluir
  2. Amei Lari, e que fotos lindas.
    Beijos, espelho do Reino <3

    ResponderExcluir