Uma reminiscência

por - 6.7.20

Enganei-me por muito tempo acreditando que favoritava certas palavras por sua musicalidade. Não, o que valorizo é sua sua ligação poética com o que representam... Reminiscência: esse fulgor de asas transparentes, esse sol filtrado pela cortina, esse cheiro de café novo que a palavra evoca não seriam evocados se reminiscência fosse o nome da panela. Não se levam reminiscências ao fogo nem se as esfrega com palha de aço. Ninguém bate reminiscências. Ninguém procura a tampa de sua reminiscência. Mas... de fato: uma panela pode trazer uma reminiscência quando reflete um rosto, ou quando exala um cheiro particular.

16 comentários

  1. Suas palavras sempre me encantam! Achei a foto belíssima. Me fez pensar na areia da praia... Os grãos, por serem tão pequenos, a olho nu parecem ser todos exatamente iguais: assim é também a nossa vida. Aparentemente, parece ser feita de uma mistura homogênea sem graça, mas basta um olhar atento para perceber que talvez as coisas não funcionem desta forma...

    Muito belo.
    Muito obrigada.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Que comentário mais lindo, Gabriela! Sua presença sempre ilumina este cantinho. .. E eu que agradeço muitíssimo, e tudo ♡

      Um abraço enorme para você!

      Excluir
  2. Oi, Larissa tudo bem? A mente humana possui esta capacidade de reminiscência que, de fato encanta, contudo assusta ao mesmo tempo. Essa contradição a faz ser fascinante. De todo modo o seu escrito é libertador, profundo e singelo. Parabéns! A propósito a foto ficou linda, pois combina perfeitamente com o mensagem do texto. Abraço!


    https://lucianootacianopensamentosolto.blogspot.com/

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Estou bem, Luciano! E você?

      A mente nos prega peças... As palavras, também. Tudo é linguagem, afinal, não é?

      Muito obrigada mesmo ♡

      Um abraço enorme pra ti!

      Excluir
  3. Lari, sou apaixonada por SUAS palavras, elas sempre se tornam poesia. Imagine te ouvir recitando-as? Encantador. Confesso que não conhecia esta palavra, mas me apaixonei por ela, e claro, por esse escrito!

    Um grande e apertado abraço <3

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Puro amor por seu comentário ♡ Muito, muito obrigada!

      Outro para você, Lídia querida! Fique bem!

      Excluir
  4. Quanta sabedoria! Me encantei aqui com suas palavras! ♥

    ResponderExcluir
  5. "Reminiscência: esse fulgor de asas transparentes..." no todo, teu poema é encantador mas essa frase é puramente elegância e luz. Verdadeiramente apaixonante!
    Um abraço e um estou grato por hoje.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Fico feliz por ter gostada dela, Ney ♡

      Eu também, gratíssima (por seu comentário)!

      Abraços!

      Excluir
  6. <3

    * esse é o meu comentário atual para seus posts, pois sou incapaz de elogiar tanta perfeição em palavras

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. ♡♡♡♡♡♡♡♡♡♡♡♡♡♡♡♡♡♡♡♡♡

      Excluir
  7. Oi, Lari!
    Gosto tanto da sua poesia que gostaria de tê-la em um livro e carregá-la comigo!
    Fique pensando nas reminiscências que cultivei ao longo da vida. Deu um quentinho aqui no meu coração.
    Obrigada por isso!

    Um beijo,
    Fernanda Rodrigues | contato@algumasobservacoes.com
    Algumas Observações
    Projeto Escrita Criativa

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Aaaah, você é uma querida, Fê ♡ (Logo trocaremos nossos livros ♡)

      Meus últimos dias foram repletos de reminiscências, e fiquei melancólica, desde então. "Melancolia", aliás, é outra dessas palavras repletas de nuances poéticas, né?

      Obrigada a você!

      Um beijo e uma semana bem bonita pra ti!

      Excluir
  8. "cheiro de café novo que a palavra evoca"
    que coisa mais linda, larissa ♥

    ResponderExcluir