Uma lista de verdades semioníricas:

por - 22.7.20

1. atrás dos espelhos se escondem outros espelhos que estão sempre sujos;
2. eu já salvei um prato do suicídio, com minhas próprias mãos;
3. a garganta é um terreno fértil para os plágios;
4. em toda estante de livros há um esconderijo secreto;
5. as tomadas têm tomado nossa energia para divertir os aparelhos;
6. nós somos restos de outros restos e geraremos restos para outros restos;
7. a grande ampulheta do tempo está quase no fim (mas é só virar).


18 comentários

  1. Oi, Larissa tudo bem? O inconsciente da mente humana é na verdade um infinito de possibilidades escondidas no consciente de cada indivíduo. A propósito o número 2 de sua maravilhosa lista de verdades semioníricas é o meu predileto. Acreditamos ter consciência das motivações que geram nossas decisões e atitudes. No entanto, boa parte do que somos é, na verdade, inconsciente. Amei sua lista. Parabéns, abraço!


    https://lucianootacianopensamentosolto.blogspot.com/

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Luciano! Estou bem, e você?

      Concordo contigo, com tudo. E que legal seu favorito ter sido o número dois! Todos nós já fomos heróis de pratos algum dia, afinal, não é? Haha!

      Obrigada demais pelo comentário! Fiquei feliz ♡

      Um abraço enorme e um bom restinho de semana para você!

      Excluir
  2. Estou hipnotizada por essa foto, a cada olhar novo ela se mostra diferente. Encantador! Gostei muito da lista, verdades que nunca paramos para pensar.

    Um grande abraço, querida <3

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Natureza é sempre bonita, não é, Lídia?

      Que bom que gostoooou ♡

      Outro para você ♡♡

      Excluir
  3. Lari, quanta coisa linda!
    Gostei demais dos itens 3, 5 e 6.
    Gostaria de comentar especialmente sobre o 6: lembrei da famosa frase "nada se cria, nada se perde, tudo se transforma". Acredito que tudo que surge e é expressado por nós; tudo que criamos, as técnicas que usamos (seja artístico ou não), seja uma junção de combinações de tudo que já exite, que já foi "criado" (de certa forma, copiado e aprimorado) por alguém. Para que algo pareça original é só ter uma pitada generosa de criatividade.

    Agora viajando numa segunda interpretação: pensando em sermos "restos", imaginei que o fato de sermos resultado da junção de duas pessoas (nossos pais) possa parecer que nunca seremos, de fato, "inteiros", "próprios", "completos"; pois não passamos de uma combinação genética que, apesar de ser única, é resultado de outras que também são combinações de outras e infinitamente assim.

    Chega a ser incompreensível começar a pensar na nossa insignificância diante da vastidão do universo, né?

    Acabei me empolgando um pouco! Kkkkk

    Abraços.

    https://latibuloinefavel.blogspot.com/

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Ah, Maju, muitíssimo obrigada ♡

      O número 6 é bem lavoisiano mesmo, haha! E o engraçado é que, a partir do que você comentou, fiquei pensando que os itens 3 e 6 são quase irmãos, né? Nem tinha reparado que, de certa forma, ambos abordam isso da falta de originalidade a que estamos condenados.

      Mas chega a ser bonito... Ainda mais se por esse viés poético que você registrou na segunda parte do seu comentário!

      Acho que a antítese é válida: nossa insignificância é imensa...!

      (Não se preocupe, eu adorei que você se empolgou e deixou esse comentário lindo por aqui ♡)

      Um abraço enorme pra ti ♡

      Excluir
  4. Para mim que ainda tenho sobras de sonhador despretensioso, vou lembrar dessas verdades como um mantra. Adorei a imagem!
    Grande abraço e bom resto de semana.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Seus comentários sempre repletos de pura poesia ♡ (Muito obrigada!)

      Outro para você, Ney! Tenha um resto de semana lindo ♡

      Excluir
  5. Bonjour, miss Larissa. Ça va?

    Eu simplesmente adorei os seus quotes, principalmente o da garganta... O quanto eu, como jornalista, devo prestar atenção a isso diariamente!

    Beijos açucarados e au revoir

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Bruna, querida, vou bem! E você?

      Ah, que bom, obrigada ♡

      E, viu: acho que estamos condenados à falta de originalidade, então nem se preocupe, haha!

      Beijos e fique bem ♡

      Excluir
  6. Oi, Lari!
    Seus textos sempre me fazendo transbordar <3
    É incrível como a sua sensibilidade é certeira. Eu acho que estou vivendo a sua lista em looping nessa quarentena.
    Espero sobreviver.

    Um beijo,
    Fernanda Rodrigues | contato@algumasobservacoes.com
    Algumas Observações
    Projeto Escrita Criativa

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Fê ♡ Muito obrigada mesmo ♡

      (Esperamos.)

      Beijos, bom restinho de semana e fique bem!

      Excluir
  7. seus textos sempre me rendem um sorriso. as verdades ébrias (seja de sono, seja de outra coisa qualquer) me são sempre verdadeiríssimas.

    p.s:
    menina, hoje tive um mini-surto: vim visitar seu blog pra me atualizar dos recentes escritos e digitei na aba de pesquisa "jeito único", depois "o único jeito" e aí, só depois, lembrei do endereço atual (que, em tese, já era costume há muito tempo). achei engraçado. não entendi qual saudosismo mental me fez isso. enfim, não sei tb qual o ponto da informação, mas quis dizer.

    um beijo, lari! <3

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. A mim também, Ana... A mim também...

      E eu ADOREI esse p.s., haha! Ainda mais porque dia desses me bateu a maior bad por eu ter apagado o blog antigo, acredita? (Assim, eu prefiro o nome e a proposta atuais, mas às vezes acho que dava para ter tentado mudar tudo por lá mesmo, numa boa, hahaha!)

      Ah, esses saudosismos nos divertem.

      Beijooo! E um fim de semana bem bonito pra ti ♡

      Excluir
  8. Boa tarde Larissa. Parabéns pelo seu brilhante texto. Gostaria de lhe convidar a seguir o meu blogue. Sou carioca com raízes mineiras.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Ei, Luiz! Boa noite!

      Muito obrigada ♡

      Passarei em seu blog, pode deixar!

      Excluir
  9. Vim aqui ler essa poesia em forma de listinha pra me inspirar a fazer a minha, amei tanto a ideia, uma listinha poética! Como ficou linda, como tudo que você escreve. Tentarei ilustrar para colocar no blog e no instagram também a minha.

    Beijos!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Eu fico TÃO feliz que você tenha gostado, Gaby! Faça siiiim! Você é extremamente criativa e é uma artista que admiro muito, tenho certeza de que produzirá algo encantador ♡

      Beijos, bom fim de semana e fique bem ♡

      Excluir