As coisas findas

por - 4.8.20

Fica
depois do fim um
f
i
o
na distância que se faz lenta
entre os corpos que
emitem,
ainda,
algum magnetismo
(im)pessoal.


14 comentários

  1. Oi, Larissa como vai? Nossa que espetáculo de paisagem! E claro seu escrito é outro espetáculo tão grandioso quanto a paisagem. Embora seu texto seja sucinto, o mesmo carrega uma infinidade de interpretações. Como sempre você esbanjando talento com as palavras. Abraço!

    https://lucianootacianopensamentosolto.blogspot.com/

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Luciano! Vou bem, e você?

      Obrigada demais-demais por tudo ♡ Fico feliz que tenha gostado!

      Outro pra ti, e tenha uma semana bem bonita ♡

      Excluir
  2. Respirando o aroma de beleza depois de ler esse presente. Que coisa mais linda, Lari!

    ResponderExcluir
  3. Encantada ♡

    Lendo ao som de ''Jome - Cinnamon''

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Obrigada, Lídia ♡♡

      (Quero ouvir também, vou procurar!)

      Excluir
  4. Um fio sempre me prece luz, como entre estrela e planeta. É como tua arte, entre imagem e poema.
    Abraço e bom resto de semana.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Obrigada sempre, Ney! E sempre ótimo ler seus comentários ♡

      Abraço enorme para ti! E igualmente!

      Excluir
  5. Quando algo se enraíza, não tem jeito de não fi(n)car. É exatamente o que você falou ali. O solo em comum faz brotar algo que conecta. É impossível, de verdade, ser imune a algum magnetismo.

    Você sempre me entrega um mundo de devaneios. Ainda bem que um dia eu te encontrei!

    Um beijo, Lari.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Ah, Jaya, eu sempre me encanto com suas palavras...! Você deixa arte e poesia onde passa. Ainda bem que temos um caminho em comum e onde a gente sempre se encontra. (Eu me alegro muito com isso ♡)

      Beijos e uma quinta-feira bem bonita pra ti!

      Excluir
  6. Lari, que lindo! lindo! eu vivo sentindo esse magnetismo, essa saudade (?)... as vezes dói, mas bem menos do que já doeu. as vezes só queria sentir ao invés de dor, uma gratidão por também ter vividos bons momentos - mas essa bendita, insiste em se fazer presente.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Ah, muito obrigada, Liz!

      Mesmo quando o fio arrebenta, fica um pedaço para cada lado, né? Digo, as pessoas que fizeram parte da nossa vida vão sempre fazer parte da nossa vida. É bonito isso. Mas, sabe, desapego é importante... Saber "soltar", deixar ir quem não fez bem e/ou não quis ficar. Novas conexões existem. A gente sabe o que merece, e que merece ser feliz ♡

      Um abraço enorme para você, fique bem!

      Excluir
  7. Lindo, Larissa! Queria saber dizer tanto em poucas linhas, mas eu sou um exagero de palavras.
    Amei <3

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Obrigada, Joice ♡ E: não se preocupe: também há beleza no exagero!

      Um abraço pra ti ♡

      Excluir